,

Atividades montessorianas para fazer com as crianças

Tempo de leitura: 9 minutos

Atividades montessorianas super fáceis para fazer em casa

Já pensou em incluir algumas atividades montessorianas na sua rotina com as crianças dentro de casa? Essa é uma ótima forma de entreter as crianças, garantir aquela diversão que elas amam e, ao mesmo tempo, trabalhar seus aprendizados de forma autônoma. Falando assim, pode parecer que essas atividades são super complexas e difíceis de colocar em prática mas, na verdade, elas são justamente o contrário!

Utilizando apenas itens que você já tem em casa, como os próprios brinquedos da criança, as vasilhas da cozinha ou os prendedores de roupa, você pode propor brincadeiras que vão despertar o interesse de seu filho e deixar o dia muito mais alegre!

Quer saber como? Nesse post, separamos para você diferentes atividades montessorianas que podem ser feitas em casa e para crianças de diferentes idades. Dá uma olhada:

9 melhores atividades montessorianas por idade

A partir dos 6 meses de idade e até mesmo quando os pequenos estiverem mais grandinhos e frequentando a escola, é possível utilizar o método montessoriano em diferentes atividades que vão instigar o seu aprendizado. Abaixo, você confere dicas bem legais, todas separadas conforme a idade das crianças.

1. Bater palmas e parar – Para bebês a partir de 6 meses

Com uma voz cheia de entusiasmo, cante de forma rítmica a canção “bate palminha, bate” (ou qualquer outra que você conheça que convide a criança a bater palmas). Junto da música, você deverá bater palmas no ritmo e incentivar que o bebê bata as palmas também. Quando estiver cantando, diga “parou!” e pare as palmas no mesmo momento. Dê um momento para a criança absorver o comando e reagir.

Fazendo isso, o seu bebê ficará cada vez mais animado com as pausas e, também, desenvolverá suas habilidades de coordenação motora fina, a habilidade de fazer coisas em sequência e aprender a reagir quando você disser “parou!”. Isso será bem útil quando a criança estiver naquela fase agitadíssima dos 2-3 anos de idade!

batendo palma com bebê

2. Explorando os tesouros de casa – A partir dos 9 meses

Faça você mesma a busca por alguns tesouros interessantes dentro de casa e esconda-os em alguns recipientes seguros para a criança e fáceis de abrir, como as vasilhas plásticas da cozinha, um porta-joias ou saquinhos. Coloque esses objetos dentro de seus recipientes e reúna-os todos em um único lugar, que pode ser uma bacia, um cesto ou outra vasilha maior, que comporte todos eles. Para realmente ser instigante, é preciso que você reúna ao menos 5 desses pequenos tesouros e os guarde em recipientes diferentes, que são manuseados de formas distintas.

Dê o cesto de tesouros para o bebê e deixe que ele descubra o que cada embalagem esconde por dentro. Poderão ser seus brinquedos ou mesmo aqueles objetos da rotina que seu bebê gosta de brincar, como um pente ou uma colher. Essa brincadeira vai ajudar o seu pequeno a desenvolver a coordenação motora, além de ensiná-lo a manipular os objetos, abrindo-os e fechando-os.

Pode ser que a criança queira descobrir mais sobre esses objetos levando-os até a boca também. Você pode permitir que ela brinque dessa forma, mas é importante estar sempre por perto para impedir que ela não engula nada. Também, é preciso garantir a limpeza desses itens para evitar qualquer doença adquirida por bactérias. Para isso, temos um post que ensina como higienizar os brinquedos do bebê que pode te ajudar, confira!

caça ao tesouro

3. Brincando com os temperos da cozinha – Para crianças de 1 ano

O melhor das atividades montessorianas caseiras é poder explorar os itens do dia a dia da família dentro de casa, deixando que a criança os conheça a fundo. Uma forma de fazer isso é permitir que seu filho brinque com os temperos da cozinha. Separe aqueles temperos muito fortes, como as pimentas, e deixe-os fora da brincadeira. Todo o resto pode ir para a mão do seu filho. Deixe que ele brinque com os frascos e, simples assim, você terá uma atividade montessoriana! Ele irá chacoalhar, ouvir, sentir a sensação dos temperos na pele e – por que não? – prová-los.

Essa será uma verdadeira brincadeira sensorial, que irá trabalhar diferentes sentidos da criança. Com ela, você poderá desenvolver o entendimento que a criança tem de seus sentidos, vai desenvolver seu tato, olfato, audição e paladar, além de trabalhar o seu entendimento de ritmos. Vários aprendizados em uma coisa tão simples!

4. Combinando potes e tampas – Para crianças de 1 ano

Outro objeto que você tem sempre no alcance das mãos dentro de casa e que vai despertar o interesse do seu pequeno são os potes e as garrafas com tampa. Deixe uma boa quantidade deles diante da criança e convide-a a manusear as tampas, colocando e tirando de seus respectivos pares. Pode ser que no início o pequeno tenha dificuldades nessa tarefa e você poderá ajudá-lo. Com o tempo, o aprendizado será natural e seu filho já dominará essa tarefa.

Conforme o tempo passar, você poderá deixar o desafio um pouco mais difícil, colocando tampas mais complexas de manusear ou pares que possuem tamanhos ou cores diferentes uns dos outros. Assim, seu filho desenvolverá a sua coordenação motora fina, além da capacidade de trabalhar com pares.

5. Caixa misteriosa – Para crianças de 2 anos de idade

Uma atividade montessoriana muito famosa, que nós já vimos até mesmo naqueles programas de auditório na TV, é a de descobrir objetivos escondidos em uma caixa apenas com o tato. Para brincar com a criança, escolha objetos simples que já fazem parte de sua rotina, como colheres, brinquedos, frutas que o pequeno gosta, prendedores de roupa e afins. Mostre cada um desses para a criança antes de colocar na caixa e, depois, cubra os olhos do pequeno para a brincadeira começar!

Um por um, a criança deverá tocar os objetos dentro da caixa e identificá-los sem usar a visão. Portanto, ele poderá usar o tato, o olfato e até mesmo a audição. Com essa brincadeira, você poderá desenvolver os sentidos do pequeno ao mesmo tempo que o diverte!

As brincadeiras que mexem com os sentidos são sempre muito divertidas e, também, carregadas de aprendizados! Por isso, fizemos um post especial aqui no blog Casatema para elas. Leia também: Atividades sensoriais inspiradas em Montessori.

6. Conhecendo as letras do alfabeto – Crianças de 2 anos ou mais

Antes do aprendizado do alfabeto começar na escola, você pode introduzir esse conhecimento ao seu filho com algumas atividades montessorianas para a alfabetização. Com 2 anos de idade, a criança já está pronta para conhecer as letras e os sons dela! Para isso, você pode imprimir modelos das letras do alfabeto para colorir e mostrar, uma por vez, para o seu filho. Quando for a vez da letra “A”, por exemplo, ensine à criança a reconhecer a letra, além de mostrar o som que a letra faz e as palavras que começam com ela, como “amor”, “abelha”, “amarelo”, “abacaxi” e “avião”.

Depois disso, a criança pode pintar o desenho com lápis de cor ou formá-la com massinha. Assim, pouco a pouco a criança vai se familiarizando com o alfabeto e, quando chegar a hora da alfabetização, estará muito mais preparada para esse aprendizado!

criança brincando com alfabeto

7. Empilhando as roupas – Para crianças a partir dos 3 anos

Depois de tirar as roupas do varal, separe todas as roupas do seu filho em uma única pilha e, na cama ou em alguma outra superfície com espaço o suficiente, peça para a criança separar as peças por tipos. Nessa atividade montessoriana, a criança deverá criar uma pilha com todas as suas camisetas, uma com os shorts, outra com as calças e assim vai.

As meias merecem uma atividade só para elas: coloque todas em um único cesto e peça para a criança encontrar os pares, deixando-os juntos um em cima do outro sobre a cama.

Essa atividade é ótima por desenvolver o senso de responsabilidade sobre seus próprios itens dentro da rotina da casa, além de ajudar no trabalho com pares, na coordenação motora e o trabalho entre a mão e os olhos.

8. Afunda ou não afunda – A partir dos 4 anos de idade

Outra boa ideia de atividade montessoriana que podemos tirar dos programas que vemos na TV é o clássico “afunda ou não afunda”. Para brincar, separe diferentes objetos que você tem em casa e prepare algum recipiente que você encherá com água para o experimento. Crie, também, uma tabela para a criança classificar o que afunda e o que não afunda. Pode ser em duas bandejas diferentes ou um quadro de giz com um risco dividindo-o ao meio.

Um objeto de cada vez, peça para a criança fazer sua aposta e depois tirar a prova real colocando o objeto na água. A brincadeira vai garantir boas risadas, descobertas e um ótimo entretenimento.

9. Explorando a natureza – Com crianças de 5 anos

Existem, também, atividades montessorianas que trabalhem o aprendizado da matemática. Um bom exemplo é o aprendizado das diferentes formas geométricas que encontramos no mundo lá fora. Quando quiser trabalhar esse aprendizado, convide a criança para uma viagem exploratória ao lado de fora da sua casa e peça para que ela reúna o que encontrar de interessante. Podem ser folhas, galhos, pedras, sementes e outros itens.

Com isso em mãos, volte para casa e comece a catalogar com seu filho as coisas que encontraram. Vocês podem dividi-las em cores, formatos e texturas. Uma boa atividade é, também, desenhar cada um desses itens. Com isso, seu filho poderá desenvolver diferentes habilidades, desde a coordenação motora e o aguçamento de seus sentidos, até o conhecimento matemático.

criança brincando no jardim

Dica Casatema: Use sempre a criatividade!

Essas são as 9 atividades montessorianas que separamos para você e que podem ser aplicadas na sua rotina com as crianças para diverti-las e desenvolvê-las. Entretanto, existem inúmeras outras possibilidades que você pode aplicar durante as atividades do dia a dia. Com esse post, deu para perceber que até mesmo a atividade de guardar as roupas do varal, uma simples caminhada no mundo lá fora e até mesmo os frascos de tempero rendem boas atividades para nossos filhos, não é mesmo?

Como pais, devemos manter esse olhar aguçado para perceber oportunidades de aprendizados e instigarmos sempre os pequenos a aprendem algo novo de forma despreocupada e divertida. Assim, o mundo inteiro vira uma grande sala de aula, cheias de novos aprendizados!

Entender a fundo os pilares do método montessoriano vai ser útil para manter esse olhar aguçado e te ajudar a ser criativo na hora de criar suas próprias atividades. Por isso, recomendamos a leitura do nosso post completo que mostra o que é e quando surgiu o Método Montessoriano.

Boa sorte nas brincadeiras, até mais!

About Leandro Varela

Deixe um comentário

Anterior

Escolha o tamanho de colchão de berço ideal com essas dicas!

Varanda decorada – 7 ideias para mudar seu espaço

Próximo