, ,

9 livros para bebês recomendados pela Casatema

Tempo de leitura: 7 minutos

A leitura é uma prática recomendada para todas as idades, trazendo experiências enriquecedoras e significativas por meio da imaginação.

Muitas mães adotam o costume de ler para seus filhos desde quando eles estão em sua barriga, o que é uma prática essencial, pois auxilia o bebê a se manter calmo dentro da bolsa.

Os livros para bebês são bem característicos por usarem uma linguagem mais visual, por isso os desenhos e imagens cheios de cores e traços são essenciais para que eles possam se sentir ainda mais cativados pelas histórias.

Mesmo que às vezes não pareça, os bebês estão sempre atentos aos desenhos e detalhes que estes livros possuem.

O incentivo à leitura é uma prática que deve existir desde os primeiros meses, isso auxilia no desenvolvimento cognitivo da criança, além de estimular a criatividade e imaginação. Separamos abaixo algumas sugestões clássicas que precisam fazer parte dos primeiros aninhos de seu pequeno.

Livros para bebês: leituras essenciais

Alguns livros são tão conhecidos que já se tornaram até mesmo um clássico da literatura infantil, por isso, precisam fazer parte da sua biblioteca em casa. Alguns provavelmente você já conhece e outros podem ser novos, mas todos têm uma mensagem especial e divertida para auxiliar no desenvolvimento de seu filho.

Para lê-los para seu bebê, a melhor proposta é a leitura compartilhada, isto é, quando um adulto lê para o bebê interagindo com ele de acordo com os personagens, espaço e enredo do livro infantil. Confira abaixo nossas sugestões para isso!

livros empilhados com brinquedos de dinossauro

1. O Pequeno Príncipe

O Pequeno Príncipe é um verdadeiro clássico escrito em 1943 por Antoine de Saint-Exupéry. Para se ter uma ideia, a obra se trata do livro francês mais famoso do mundo e aborda temas como amizade, amor, solidão e outros sentimentos. O livro também possui desenhos em aquarela que cativam a atenção das crianças durante seu enredo.

É indicado para todas as idades, pois suas mensagens e reflexões são para todas as fases da vida. Por isso, apresente este clássico a seu bebê, para que ele, mesmo que pouco a pouco, vá se familiarizando com os sentimentos e sensações que a vida irá oferecer.

2. Sítio do Pica Pau Amarelo

Na sequência, temos o Sítio do Pica Pau Amarelo (1920-1947), de Monteiro Lobato, que já fez parte da infância de muita gente, talvez até mesmo da sua, não é? O enredo possui uma mistura de fantasia e realidade e traz vários personagens divertidos e diferentes, inclusive muitos deles são seres presentes no folclore brasileiro.

A obra é composta por uma série de livros com edições variadas que contam com desenhos e interações que tornam a leitura ainda mais atraente aos pequenos. Apresentá-lo para seu bebê irá oferecer uma breve introdução da riqueza da cultura e literatura brasileira.

3. Alice no País das Maravilhas

Outro clássico que merece fazer parte desta lista é Alice no País das Maravilhas (1865) de Lewis Carroll. O livro é cheio de fantasias e alusões à realidade, que se misturam ao longo da obra. Os personagens imaginários também podem auxiliar a estimular a criatividade e imaginação desde essa primeira fase da infância.

A obra é tão famosa e importante para a literatura infantil que já recebeu até mesmo adaptações ao cinema com seu enredo fantástico. Você pode realizar leituras interativas, enfatizando as cores, as características dos personagens e outros detalhes que podem ser lidos e relidos para auxiliar no crescimento dos pequenos.

4. Gato Preto, Gata Branca

O livro Gato Preto, Gata Branca (2018) é um livro que retrata amizade, vínculos e diferenças. Os personagens são gatinhos que vivem em realidades diferentes e desejam apresentar o melhor de seus mundos um para o outro. O livro trabalha com tonalidades neutras e possui diversos desenhos para aumentar o interesse dos bebês pelo tema.

Além disso, o uso de gatos como personagem pode ajudar a desenvolver o carinho por animais nos pequenos, caso você tenha algum animal de estimação em sua casa. Inclusive já comentamos por aqui sobre a relação entre crianças e animais, aproveite para conferir.

5. O Grúfalo

O livro O Grufalo (1999) de Julia Donaldson é uma fábula que retrata a história de um pequeno rato que usa sua imaginação e astúcia para se livrar de problemas. Como toda fábula, em sua moral o livrinho enfatiza a capacidade que a imaginação possui.

Por ter muitas onomatopeias, como o som de cada animal que aparece na história, a leitura pode ser feita imitando um dos animais para que os pequenos associem os desenhos do livro ao som emitido. Seu bebê irá se divertir podendo até mesmo dar gargalhadas.

6. A Casa

A Casa é uma importante obra de Vinicius de Morais que, depois de tanta fama como poesia e música infantil, foi adaptada às páginas infantis.

O livro também pode ser lido ou cantado para transformar a hora de dormir criando um momento confortável e relaxante para os pequenos. Leia nosso post sobre esse tema para entender como isso é possível.

7. Adivinha Quanto Eu Te Amo

Este livro é uma linda obra escrita em 1994 por Sam McBratney que retrata os laços entre pais e filhos coelhos e as formas como são demonstrados. Eles passam a disputar entre si para demonstrar e provar seu amor um ao outro.

O livro é uma ótima maneira de se divertir com seu bebê, mas também serve para introduzi-lo aos bons sentimentos vindos da relação maternal e paternal.

8. Quero Colo

O livro Quero Colo (2016) de Stela Barbieri e Fernando Vilela é um ótimo exemplar para bebês, pois retrata diversas pessoas e animais na fase inicial da infância. Todos os bebês presentes no livro são carregados por seus pais exaltando a proteção, o carinho e aconchego que vem do colo dos pais.

A obra também retrata diferentes culturas e seu modo de cuidados com bebês, mostrando que independente dos lugares, o colo materno e paterno é sempre aconchegante e especial.

9. Quando eu Nasci

Por último, separamos o livro Quando Eu Nasci (2009) de Isabel Minhós Martins, que é uma obra muito especial voltada aos bebês que ainda estão no ventre de suas mães ansiosos para conhecer o mundo do lado de fora e também para os recém nascidos que acabaram de chegar ao mundo.

É possível elevar ainda mais a interação com os livros

Existem alguns livros que são pensados justamente para criar laços com os bebês. Isso devido às suas estruturas de pano ou plástico e não só papel, como os livros adultos. Assim, os livros podem ser molhados e não correm os riscos de serem danificados com facilidade. Essa é uma ótima forma de incentivar o Método Montessoriano.

Há também os livros que vêm com os desenhos em branco próprios para as crianças colorirem. Todas são formas de manter o interesse em cada detalhe das histórias.

mãe lendo livro infantil para criança bebê

Por que a leitura é importante para os bebês?

A leitura é importante para os bebês pois auxilia em seu desenvolvimento e em sua percepção do mundo que os rodeia. Mesmo sem entender as palavras contidas nos livros, os desenhos e ilustrações presentes nos livros despertam seu interesse nas histórias, além de atuar como incentivo para leitura.

Assim, conforme eles vão crescendo, os livros vão fazendo parte do dia a dia cada vez mais, até que eles já tenham capacidade de ler suas histórias favoritas por conta própria.

Esperamos que tenha gostado deste tema e que seu bebê e você tenham momentos divertidos e especiais por meio da leitura. Acompanhe nossos conteúdos sobre maternidade, autonomia e desenvolvimento infantil.

Até mais!

Deixe um comentário

Anterior

Camas de criança: o guia para escolher a ideal

Chegada de um bebê: 4 dicas definitivas para se preparar

Próximo