Qual escolher: berço ou cama Montessori?

Uma das dúvidas mais comuns entre papais e mamães! O motivo é que esses dois móveis cumprem a mesma função básica: oferecer um local adequado e confortável para os bebês dormirem.

No entanto, o método Montessori traz diferenciais incríveis para qualquer móvel. Há toda uma filosofia envolvida, que planeja móveis usando o olhar da criança como base. Por isso, o produto Montessoriano é regulado na altura do pequeno, permitindo que ele utilize o seu quartinho sozinho. O resultado é o desenvolvimento de sua autonomia e autoconfiança.

O contraponto de optar por uma cama (ou qualquer outro móvel) Montessori é que ele depende bastante da rotina da família. Isso porque, principalmente para bebês com menos de um ano de idade, os pais, avós e responsáveis precisam estar sempre bem atentos e prontos para ajudar.

Se toda essa atenção não é possível no dia a dia da família, não adiantará ter uma cama Montessoriana que a criança não pode aprender a usar sozinha com segurança. Abaixo, explicamos melhor esses e outros pontos importantes para decidir entre um berço e uma cama Montessori. Confira!

Para bebês com menos de 1 ano

Antes de começar, precisamos levar em consideração a idade do seu pequeno. Para uma criança com menos de 12 meses, que ainda está no processo de ter equilíbrio nas perninhas e de aprender a andar regularmente, o ideal seria um berço.

Para entendermos melhor o papel do berço no desenvolvimento da criança, vamos ver alguns pontos que podem ajudar na sua escolha:

Prós

O berço é ideal para manter seu filho seguro até que possa demonstrar os primeiros sinais de que deseja se levantar ou sair do berço.

Além disso, esse móvel é indicado pelo aconchego e tamanho ideal para o seu bebê — dentro desses primeiros 12 meses. Porém, e quando o bebê começa a crescer e a se levantar?

Com o passar do tempo e com o crescimento do seu bebê, o ideal é que, além da mudança para o quarto próprio, ele tenha mais espaço com a segurança de sempre. Nessa fase de transição para a caminha, optar por um berço mini cama montessoriano é a escolha ideal!

Isso porque o berço mini cama começa a adaptar o seu pequeno à altura certa da mini cama, a qual ele deve começar a dormir a partir do momento que tiver maior autonomia.

Contras

Sabia que o berço pode se tornar um desafio a longo prazo, principalmente com o crescimento de seu bebê? É comum que comecem a escalar o berço para saírem e explorar o mundo que há além daquele conforto em que cresceram.

É justamente nesses momentos que os bebês podem cair do berço e a ideia de deixá-los sozinhos pode se tornar um terror. Afinal, é um medo que surge no interior de nossos corações quando imaginamos o bebê sozinho nas milhares de possibilidades que podem acontecer!

A partir do momento em que o bebê começa a se levantar e ter mais autonomia, o ideal é continuar a transição dele e optar pela mini cama montessoriana ou um berço que vira caminha.

Então, na dúvida entre berço ou cama montessorianos para o seu filho, considere as fases de adaptação e transição pelas quais ele deve passar. Se você ainda precisa de mais material para se aprofundar, confira o nosso conteúdo com 5 benefícios das camas Montessori para você e sua família!

Para bebês com mais de 1 ano

E quando o bebê alcança o primeiro ano de vida ou mais? A idade da criança é fundamental para se considerar quando há dúvida entre um berço ou cama montessoriana.

Como já vimos, a partir do momento em que o neném começa a desenvolver uma certa autonomia para tentar escalar o berço e se sustentar de pé, optar por uma cama montessoriana será a melhor alternativa a longo prazo!

Lembre-se que a cama é interessante de ser adquirida para crianças um pouco mais velhas, que precisam de espaço e de maior autonomia para se locomoverem. O móvel dispõe espaço para que o pequeno possa desenvolver suas habilidades pouco a pouco ao explorar o quarto, brinquedos e aquele ambiente feito especialmente para ele.

Crianças são curiosas, aventureiras e você pode instigar no pequeno a imaginação e criatividade ao criar uma decoração feita especialmente para ele. Temos muitas dicas no blog da Casatema que te ajudarão a tornar este cômodo extremamente lúdico e próprio para um bebê em estágio de desenvolvimento motor e cognitivo.

Para saber mais, veja a categoria de dicas para casa e decoração!

A cama montessoriana é produzida em modelos confortáveis, com diferentes vantagens, de várias cores, com complementos lúdicos que auxiliem no aprendizado da criança — cada um mais bonito que o outro. Um bom exemplo disso é a cama com escorregador.

Perceba que, quando se investe em uma cama montessoriana, você escolhe pelo melhor produto para a sua criança crescer, ter autonomia e aprender de diferentes maneiras com materiais divertidos e que agreguem no saber do pequeno.

Cama casinha montessoriana

Prós

A cama montessoriana proporcionará ao seu pequeno total autonomia para se locomover. Ele não precisará chorar ou chamar a sua atenção para sair do berço, pois tem uma cama confortável que fica no chão e o permite sair quando quiser.

Além disso, optar por uma cama montessoriana, dará a segurança de que a sua criança necessita para sair da cama. Por ser mais baixa e próxima do chão, além de evitar que seu filho se machuque ao sair, garante mais liberdade para ele entrar e sair para brincar sem que precise pedir.

Mas e quanto à noite de sono? As mini camas montessorianas contam com grades de proteção parciais que impedem que o seu bebê caia da cama durante a noite! Ou seja, é a melhor opção para compor um quarto ideal.

Transformar o quarto de seu filho com o método montessoriano dará a garantia de que o pequeno possa andar sem dificuldades, que consiga explorar cada pedaço do quarto e pegue tudo o que deseja para brincar e trabalhar com a criatividade e imaginação — que devem ser instigados na primeira infância.

Saiba que ter uma cama que atende a esses requisitos fará com que você precise adequar o quartinho ao pequeno, e tudo deve estar ao alcance da criança.

Pense que cômodas, estantes e brinquedos precisam se manter em uma altura similar à do bebê. Isso permite ao seu filho a liberdade de que precisa para interagir com o espaço, de conhecer cores, sons, sentir texturas e observar as figuras dispostas no ambiente.

Desde cedo você o ajudará a trabalhar na coordenação motora fina e grossa, que são dois dos aspectos mais importantes na vida de um bebê com 1 ano de vida e que precisam desse auxílio para se desenvolverem do jeito esperado.

Contras

Os contras de se ter uma cama montessoriana é a necessidade do cuidado com tomadas e quinas de móveis. Eles precisam ser vedados com auxílio de adesivo ou borrachinhas. Esta é uma questão que precisa ser bem observada.

Nenhum móvel pode ficar desprotegido, a fim de manter a segurança da criança. Contudo, tudo isso pode ser adaptado e resolvido da melhor forma possível.

Ah, existem também os berços montessorianos, móveis que unem a autonomia das camas montessori com a segurança do berço comum. Conheça os modelos no nosso site!

Esperamos que esse artigo tenha te ajudado a decidir entre o berço e a cama montessorianos! Quer saber mais sobre como compor o quarto dos seus filhos? Então aproveite para descobrir se um quarto montessoriano para recém-nascido vale à pena.

Avalie este post

Deixe um comentário

Anterior

30 ideias de presentes de Natal para as crianças

O que fazer quando irmãos brigam demais? 9 dicas

Próximo