4 dicas de como organizar o guarda roupa do bebê de maneira prática!

Tempo de leitura: 9 minutos

A chegada de um neném é sempre um momento de muita ansiedade para as mamães, papais e também toda a família. Arrumar todos os itens do enxoval além de ser um passo super importante também é uma maneira de diminuir essa espera. Mas como organizar o guarda roupa do bebê sem aperto?

Para algumas pessoas só ouvir a frase “organizar o guarda roupa” já dá um certo medo. Arrumar o armário de um adulto já parece uma tarefa difícil, o de um bebê ou das crianças então, parece uma missão impossível. Mas calma, que com as nossas dicas você conseguirá fazer tudo de maneira prática e super eficiente.

Cômoda X Guarda roupa

Antes de começar a separar e organizar tudo, vamos tirar umas das principais dúvidas, principalmente das mamães e papais de primeira viagem, qual móvel é melhor, uma cômoda ou guarda roupa?

Cada um tem suas vantagens e desvantagens, mas a escolha é muito pessoal e vai depender de alguns fatores da família, como o tamanho do espaço e também a quantidade de itens que serão guardados.

A vantagem da cômoda, é que além das gavetas para colocar as roupinhas e outros pertences do neném também é possível usar o seu tampo, a parte de cima, como trocador, o que é ótimo para otimizar o espaço e usar o móvel de maneira funcional. Quer saber um pouco mais sobre as cômodas e como escolher? Leia o nosso post.

Já o guarda roupa, por ser maior, tem mais espaço, tanto em gavetas, quanto em penduradores de cabide e também maleiro e nichos. Nele é possível colocar em um só lugar roupinhas e sapatinhos, mantas, fraldas e também itens do enxoval que serão usados futuramente, como roupas em tamanhos maiores, brinquedos e também pratinho e talheres.

Por falta de espaço no quartinho, algumas famílias acabam optando por escolher um ou outro, mas caso o cômodo seja grande, não tem problema usar os dois móveis, afinal de contas eles serão úteis e serão usados por bastante tempo.

Se o quartinho do bebê for menor, temos um conteúdo aqui no blog com algumas dicas de organização para espaços pequenos, confere lá!

guarda roupa quarto de bebe

Quando e por onde começar a organizar?

Depois de escolher o móvel para o quartinho do neném é normal aparecer outra dúvida relacionada a qual o período ideal para iniciar a organização e por qual parte começar. Não existe uma regra quanto ao melhor período para começar os trabalhos, mas o ideal é não fazer isso nem com muita antecedência e nem deixar para muito próximo do nascimento.

Alguns profissionais indicam que a partir da 32ª semana de gestação, por volta dos 8 meses, é um período bom, assim é possível fazer tudo com calma, mas sem estar muito adiantado. Geralmente nessa fase boa parte do enxoval já está comprada e também o baby chá, em que muitos presentes são ganhados, já aconteceu.

Como os bebês têm a pele muito sensível, antes de começar a colocar tudo na cômoda ou armário, o início da organização deve ser lavando todas as roupinhas, fraldas de tecido, panos de boca e também roupa de cama.

Mas atenção, justamente pela sensibilidade da pele dos nenéns, a lavagem deve ser feita com sabão neutro sem cheiro ou sabão de coco para evitar alergias e irritações. O uso de amaciantes também deve ser evitado. Outra dica valiosa é lavar todos os itens separados das peças da família.

Usar água quente na lavagem também é ótimo para eliminar qualquer germe ou bactéria, inclusive algumas máquinas de lavar já contam com essa função. Por serem mais delicadas, algumas roupinhas necessitam ser lavadas à mão para que não estraguem na máquina. Além disso, evite deixar as peças de molho por muito tempo, o ideal é no máximo 20 minutos.

guarda roupa para bebê

Dicas de organização

Agora que você já lavou e secou tudo, é hora de botar a mão na massa e começar a organização! Para facilitar essa tarefa, separamos as dicas em ordem, tipo um passo a passo.

1 – Limpeza

Antes de começar a colocar tudo em seu devido lugar, deve ser feita uma limpeza e higienização dos móveis, gaveta por gaveta, nicho por nicho e por aí vai. Lembra que falamos que a pele dos nenéns é sensível? O mesmo vale no momento de limpar.

O mais indicado, tanto para evitar alergias, quanto para uma maior conservação dos móveis é fazer a higienização com um pano úmido de água, apenas. Limpe bem o móvel inteiro, principalmente os cantinhos. Aguarde secar e aí sim as roupinhas já poderão começar a ser guardadas.

2 – Triagem

A parte da triagem é super importante e vai facilitar a sua vida, principalmente nos primeiros meses de vida do neném. Separe as peças por tamanho, RN (recém nascido), de 0 a 3 meses, de 4 a 6 meses e por aí vai.

Essa triagem é ótima para que você encontre tudo com mais facilidade. O mais indicado é deixar à mão as peças RN e de 0 a 3 meses, que serão usadas logo nos primeiros meses, então dê preferência para organizá-las logo na primeira gaveta da cômoda ou armário.

Se você optou por utilizar os dois móveis, pode deixar a cômoda inteiramente para uso exclusivo dos primeiros meses, com roupinhas e também itens diários, como fraldas e produtos de higiene.

Use o guarda roupa para colocar as peças de tamanhos maiores, mantas, roupas de cama e tudo mais que o bebê tiver e ainda não for usar imediatamente.

Você pode separar uma gaveta para cada fase do bebê e colocar uma etiqueta, assim você sabe onde está cada coisa. Caso não tenha gavetas suficientes, pode colocar as peças em caixas organizadoras, daquelas transparentes, e colocar nos nichos ou maleiro do armário.

A triagem também vai te ajudar quando o neném começar a crescer, assim será mais fácil separar o que não cabe mais e pegar as peças em tamanho maior com mais facilidade, fazendo um rodízio.

3 – Cômoda

Para organizar a cômoda é bem simples, para as cômodas a dica de ouro é deixar em fácil acesso o que é de uso frequente. A parte de cima da cômoda, também conhecida como tampo, será usada para colocar o trocador acolchoado e realizar as trocas de fralda do bebê.

Se o seu móvel tiver um tamanho grande, é possível colocar no tampo além do trocador os itens de higiene, como algodão, pomada de assadura, cotonetes e algumas fraldas. Para que nada fique espalhado ou caindo.

Use cestos ou bandejas com as laterais mais altas. Caso a cômoda seja menor, dedique a primeira gaveta para os produtos de higiene, assim eles continuarão de fácil acesso.

Ao invés de deixar no pacote ou empilhar as fraldas descartáveis, use nichos ou colméias para colocá-las todas na vertical, uma do lado da outra, assim fica mais fácil de pegar e evita que fiquem caindo da pilha.

A ideia do nicho ou das cestas organizadoras também serve para os outros itens e evita que eles fiquem todos espalhados. Além dos produtos de higiene, deixe a mão também um termômetro para medir a temperatura do bebê sempre que precisar.

Fraldas de pano, cueiros, panos de boca, babadores e toalhinhas podem ficar na gaveta seguinte, já que também são usados diariamente. Para facilitar o momento de pegar o que for usar, deixe separado uma pilha de cada item.

Nas demais gavetas você coloca as roupinhas RN e de 0 a 3 meses, sapatinhos, toucas, meias, luvas, e no caso das meninas, acessórios, como os laços e tiaras de cabelo. Como as roupas são pequenas e não ocupam muito espaço, geralmente cabem todas em uma só gaveta.

As colméias também são ótimas para acomodar as peças de forma organizada e funcional. Então evite as pilhas e abuse da dobra em rolinho, colocando as peças sempre uma do lado da outra, na vertical.

Para que seja mais fácil ainda de achar tudo, separe as colméias por tipos de peças, como bodies de manga curta, bodies de manga longa, macacões, calças culote, blusas e por aí vai. Outra dica importante é deixar as peças dos conjuntos sempre juntas.

4 – Guarda roupa

Se você optar por usar só guarda roupa, deixe as gavetas exclusivamente dedicadas para as peças menores e de uso frequente. Mas se for usar a cômoda também, o armário pode ficar todo para colocar as peças de tamanhos maiores e outros itens que ocupam mais espaço.

A lógica de organização das gavetas do armário é a mesma da cômoda, sempre deixando as de cima para as peças de tamanho menor e as demais para os tamanhos maiores, de preferência separados por fases. Uma para peças RN e de 0 a 3 meses e nas demais as peças de 4 a 6 meses, de 5 a 9 meses e 10 a 12 meses. Dessa forma é possível fazer um rodízio, o que não cabe mais sai e o que estiver na gaveta de baixo sobre.

Pendure nos cabides aquelas peças que ocupam mais espaço ou que amassam com mais facilidade, como vestidos e casacos. Para ficar padronizado e harmônico, use os cabides todos iguais, da mesma cor e tamanho.

Nos nichos e prateleiras, coloque as roupas de cama, mantas, toalhas e roupão e pacotes de fraldas descartáveis de estoque. Se quiser, pode usar também as caixas organizadoras.

Alguns armários vêm com sapateiras, mas caso não tenha uma sapateira, você pode colocar os sapatos em uma gaveta ou em uma das prateleiras, colocando sempre os de tamanho maior atrás e os menores na frente.

Viu só como não é tão difícil organizar o guarda roupa do bebê? Inclusive com essas dicas é possível manter tudo em ordem por muito mais tempo, mas o principal é deixar sempre à vista as peças mais usadas ou de uso diário.

Gostou das dicas? Aproveite também para ler o nosso conteúdo sobre cores para o quarto do bebê e conheça as tendências.

About Leandro Varela

Deixe um comentário

Anterior

Como incentivar a leitura infantil: 6 dicas para formar novos leitores

Entenda o Dia Internacional da Síndrome de Down e sua relevância

Próximo