Brincadeiras para fazer em casa: veja nossas dicas!

Você já chamou seu filho para brincar hoje? Ainda não? Então, esse é momento perfeito para aprender algumas brincadeiras para fazer em casa e se divertir em família, aproveitando um tempo leve e descontraído. 

Afinal, é normal que as crianças queiram brincar – se possível, o dia todo – e muitas vezes, o desejo delas é sair de casa para isso. Porém, em tempos de isolamento social, uma medida preventiva contra a proliferação do Covid-19, sabemos que isso não é possível. 

Esse é um momento em que precisamos ser criativos, aproveitar nossas oportunidades de ficar em família e ter mais qualidade no que diz respeito ao nosso tempo de convivência, principalmente com as crianças pequenas. 

Sabemos que essa é uma tarefa desafiadora, ainda mais para quem também precisa lidar com tarefas domésticas, com o home office, além das próprias tensões causadas pela situação histórica. 

Mas uma coisa é certa: crianças precisam ser crianças! E nós, como pais, precisamos desenvolver um ambiente que ofereça um pouco mais de facilidade para que isso aconteça.

Para te ajudar nessa missão, nossa equipe separou algumas das melhores brincadeiras para fazer em casa. Com essas dicas, fica fácil colocar todo mundo para se divertir! Vem com a gente: 

1. Gato mia: clássica e muito divertida!

Essa é uma brincadeira muito divertida para brincar à noite, em casa. Escolha uma criança para ser o pegador. Essa criança deve sair do cômodo, para que os outros participantes da brincadeira possam se esconder. A ideia é não usar esconderijos muito complexos, principalmente em casos de crianças pequenas. 

Depois que todos já estiverem escondidos, é hora do pegador voltar. Sempre com a ajuda de um adulto, no escuro, ela deve começar a procurar os outros participantes. Para ajudar na busca, quem está escondido deve fazer gracinhas, imitando “miaus” de gatinhos – daí vem o nome da brincadeira.

Esse é um jogo divertido, pois as crianças normalmente começam a rir enquanto miam, entregando suas localizações. Quem for pego, mia mais uma vez, disfarçando a voz. O pegador, então, deve acertar quem é a pessoa que está miando. Assim, o “gato” se transforma em pegador e a brincadeira recomeça.

Caso não seja possível brincar à noite, você pode vendar o pegador, assim também dá muito certo. Para evitar acidentes, brinque em um lugar seguro e familiar à criança, como o quarto infantil, e assegure que sempre haja a supervisão de um adulto

2. Toca do coelho: coloca todo mundo para dançar!

Tudo o que você irá precisar para essa brincadeira são alguns pedaços de fita crepe ou giz. Use a fita para fazer marcas em forma de x no chão. Essas marcas serão as tocas do coelho. 

Sempre faça uma marca a menos que a quantidade de participantes da brincadeira. Chame todo mundo para brincar, crianças e adultos. Todos devem se posicionar entre as marcas no chão, feito isso, é hora de colocar uma música divertida. 

Enquanto a música toca, todos devem caminhar entre as tocas do coelho, como na dança das cadeiras. Quando o circuito acabar, todos devem estar em cima de uma toca. O “coelhinho” que ficar sem toca deve deixar a brincadeira, e junto a ele um círculo deve ser apagado do chão para a próxima rodada.

Essa é uma boa alternativa para famílias que não possuem muitas cadeiras, além de ser um jogo mais simples para as crianças, pois é mais fácil estar em pé sobre as tocas. Além disso, é muito divertida, rende muitas risadas. 

3. Estátua e morto vivo: uma dupla de peso

brincadeira morto vivo

Essas duas brincadeiras são clássicas e muito divertidas. Elas são ótimas para aqueles momentos em que os pais estão cansados, mas desejam passar um tempo com os filhos. 

Na brincadeira de estátua, coloque uma música e deixe as crianças dançarem loucamente, gastando toda a energia acumulada. Afinal, como já vimos por aqui, para as crianças é muito importante gastar energia. 

De repente, quando a música parar, todos devem ficar estátua. Assim, quem se mexer primeiro, deixa a brincadeira. Para deixar tudo mais divertido, o avaliador da brincadeira pode fazer caretas, ameaçar fazer cócegas. 

Já na brincadeira do morto vivo, todos devem se abaixar quando o avaliador disser “morto” e se levantar quando ele disser “vivo”. Assim, quem fizer o comando errado, deixa a brincadeira. 

4. Passe a dança: sem vergonha nenhuma!

Nesse jogo, não podemos ter vergonha. É pra dançar, extravasar e se divertir em família. Antes de tudo escolha uma playlist daquelas! Com músicas super divertidas, animadas, perfeitas para belos passos de dança

A família deve ficar em roda e assim que a música começar, um dos integrantes da família deve dançar, da forma como quiser – de preferência, de forma engraçada –, depois de um tempo, ela deve tocar no braço de quem estiver dançando. 

Assim que isso acontecer, a pessoa que for tocada deve imitar os passos da primeira e incorporar um segundo round, com seus próprios passos. Assim, a dança deve transitar entre toda a família. Os resultados são hilários!

5. Cabana: acampar é sempre muito divertido!

tenda para crianças

Já que não dá para acampar fora de casa, o jeito é armar um acampamento na sala ou no quarto de casa. Camas de casinha são perfeitas para essa aventura, já que basta cobrir a estrutura da cama com lençóis ou cobertores. 

Para fazer isso do zero você vai precisar de muita criatividade, mas pode ter certeza que isso as crianças têm de sobra. Use o sofá, cadeiras, almofadas e crie um forte perfeito para a família! Montar a cabana já é muito divertido!

E quem quiser um tutorial simples e prático, vale a pena a leitura do post Como fazer cabana infantil? Confira o passo a passo e DIY! 

E então, gostou do post? Por aqui, estamos sempre dando dicas de como tornar o dia a dia com as crianças muito mais prático, simples e divertido. Continue nos acompanhando por aqui e aproveite todas as nossas dicas! 

About blogcasatema

Deixe um comentário

Anterior

Brincadeira de criança: atividades sensoriais inspiradas em Montessori

10 atividades para fazer com as crianças na quarentena

Próximo