Especial Dia da Mulher: mulheres importantes na História

O Dia Internacional da Mulher está aí e com isso, nós, da Casatema, não poderíamos deixar de fazer um conteúdo especial para você, mulher, mãe, que acompanha nosso blog. O post de hoje vai tratar de algumas das principais personalidades femininas que foram – e ainda são – importantes para a nossa história. 

Essa é uma ótima oportunidade de olharmos para trás e conhecermos mulheres incríveis que se destacaram por um grande feito ou quebraram tabus ao lutarem para conquistar direitos até então tidos apenas por homens. 

São personalidades simplesmente inspiradoras, vale muito a pena conhecê-las!

Está preparada? Então vamos lá!

Mulheres na história: a importância delas para a sociedade atual

Você, que é mulher, pense resumidamente em suas rotinas diárias. Pensou? Provavelmente, seu dia a dia gira em torno de trabalhar, cuidar das crianças, da casa, escolher a decoração, ir à escola conversar com a professora, administrar as finanças da família, estudar, cuidar da saúde, da autoestima, saber das notícias do mundo, colocar a leitura em dia… Certo?

A verdade é que antigamente as mulheres não tinham de fazer metade do que foi dito acima. Trabalhar, estudar, escolher, por exemplo, são verbos que, antigamente, não passavam perto das tarefas que as mulheres exerciam – até porque elas não tinham direito para isso.

Antigamente, as mulheres não podiam votar, trabalhar fora de casa nem estudar, afinal, “não era coisa de mulher”. Embora a sociedade ainda não seja totalmente igualitária em gênero, já houve muitas mudanças em comparação ao que era antes; tudo isso graças ao esforço de mulheres importantes, que enfrentaram as opressões e marcaram história.

Abaixo, você vai ver alguns exemplos de mulheres fundamentais para a história. Veja!

  • Marie Curie (1967-1934): cientista polonesa que recebeu duas vezes o Nobel

Marie Curie cientista polonesa

Para quem nunca ouviu falar nessa mulher incrível, trata-se de uma cientista polonesa que realizou diversas descobertas durante sua vida – não à toa, foi a primeira mulher a ser enterrada no Panteão de Paris. 

Marie descobriu o Polônio e o Rádio (dois elementos importantes na tabela periódica), desenvolveu a teoria da relatividade, foi a primeira professora mulher admitida na Universidade de Paris e, como se não fosse o bastante, foi a primeira pessoa a receber duas vezes o Prêmio Nobel. 

  • Joana D’arc (1412 – 1431): Chefe Militar da Guerra dos 100 Anos na França

Joana D'arc chefe militar da guerra 100 anos

Provavelmente, você já ouviu falar dessa personagem. Joana D’arc foi uma mulher francesa muito importante para a história de seu país, na época em que enfrentou a Inglaterra. 

Isso porque ela cortou o cabelo bem curtinho, se vestiu de homem e participou como Chefe Militar da Guerra dos Cem Anos na França e passou a ser considerada heroína para o país. E mais: foi canonizada como santa pela igreja católica, em 1920.

  • Rosa Parks (1913-2005): mulher negra responsável pelo fim da segregação nos EUA

Rosa Parks ativista símbolo

Quando falamos em ativismo negro, não podemos deixar de mencionar Rosa Parks. Ela foi ativista símbolo do movimento dos direitos civis das pessoas negras dos Estados Unidos, pois foi quem desencadeou o fim da lei de segregação racial dos transportes públicos em Montgomery.

Na década de 1950, muitos transportes públicos norte-americanos mantinham a lei de segregação, a qual separava os assentos para pessoas brancas de pessoas negras. 

E foi aí que Parks entrou: em 1955, ela se negou a conceder seu assento para uma pessoa branca e foi presa. O caso instigou a população negra a dar início no boicote contra segregação: a comunidade se negou a usar transporte público até que houvesse o fim da lei que dividia as pessoas de acordo com sua cor.

  • Valentina Tereshkova (1937): a primeira mulher a ir ao espaço

Valentina Tereshkova primeira mulher a ir ao espaço

Tereshkova foi a primeira mulher a ir ao espaço, em 1963 na nave Vostok 6. De origem russa, a cosmonauta foi transformada em heroína nacional após sua missão de sucesso. Foi condecorada por diversos líderes mundiais e se tornou proeminente na política e sociedade russa. Como se não fosse o bastante, ainda hoje é a única mulher que realizou um vôo solo ao espaço. 

  • Madre Teresa de Calcutá (1910 – 1997): santa caridosa que ganhou o Nobel da Paz

Madre Teresa de Calcutá

Santa Teresa de Calcutá foi uma religiosa católica naturalizada indiana que fundou a Congregação das Missionárias da Caridade, cujo objetivo era cuidar de pessoas extremamente pobres

Sua congregação contava com mais de cinco mil membros em 2015, e acabou se tornando conhecida por instituições do mundo todo. Por sua caridade, recebeu o prêmio Nobel da Paz, em 1979.  

  • Você! 

Por último, não poderíamos deixar de falar de uma figura importantíssima: você, mulher. Assim como as mulheres mencionadas acima, você faz parte da nossa história e contribui significativamente na sociedade, do seu jeitinho. Afinal, não é nada fácil ser mãe, esposa, filha… Todo cargo é cheio de responsabilidades.

Por isso, nós da Casatema viemos te desejar um feliz Dia da Mulher e agradecer por contribuir significativamente com o mundo. Que você se sinta valorizada e reconhecida por ser exatamente quem você é e por todas as dificuldades que enfrenta diariamente. 

Inspire-se nas personagens tratadas neste artigo, inclusive em você mesma! 

About blogcasatema

Deixe um comentário

Previous

Berço que vira caminha: uma manual prático para os pais

Tipos de beliche infantil: qual o melhor para seus filhos?

Next