Brincadeira de criança: atividades sensoriais inspiradas em Montessori

Você já ouvir falar das atividades sensoriais? Elas são muito mais que simples brincadeiras de crianças, já que podem refletir em aprendizado e desenvolvimento para os pequenos.

Sabemos que, naturalmente, brincar é essencial para qualquer criança. No entanto, entre tantas possibilidades de brincadeiras, podemos encontrar algumas que são muito comentadas, como é o caso das sensoriais na primeira e segunda infância.

O que são as atividades sensoriais?

menina sorrindo com bolhas de sabão no ar

A força das brincadeiras que estimulam o desenvolvimento infantil está profundamente ligada aos fundamentos lúdicos que elas possuem. Esse fator não é diferente nas atividades sensoriais.

Muito pelo contrário, já que elas possuem a capacidade de unir o lúdico com o estímulo de seus sentidos. Assim, ao desenvolver essas atividades, a criança se diverte e ainda trabalha seu paladar, olfato, visão, tato e audição.

Segundo a Dra. Maria Montessori, desenvolvedora dos primeiros estudos sobre as atividades sensoriais nos anos 1800, crianças entre 2 e 6 anos possuem maior facilidade e interesse para estimular seus sentidos através desse método.

Para entender tudo sobre as teorias montessorianas e seu impacto no desenvolvimento infantil, recomendamos a leitura do nosso post sobre como surgiu e no que consiste o método montessoriano.

Para te ajudar a aplicar esse método na rotina dos seus filhos, de uma maneira que tanto os móveis quanto a decoração e as brincadeiras trabalhem de forma conjunta para garantir o máximo de aproveitamento, selecionamos uma lista de atividades sensoriais de fácil aplicação.

Aproveite as brincadeiras para oferecer diversão para as crianças e ainda ajudá-las a se desenvolverem de forma leve e descontraída.

Brincadeiras sensoriais: veja nossas sugestões

Usar atividades sensoriais nas brincadeiras auxilia a criança no processo de começar a pensar por si mesma. Para isso, utilizamos uma abordagem sistemática, em que cada detalhe é importante. 

É por isso isso essas brincadeiras devem ser projetadas com cuidado e seguir atentamente aos requisitos básicos de Montessori. Nossa inspiração nesse método se dá justamente por sua eficiência, segurança e bons resultados. 

Você pode criar, adaptar e até mesmo transformar atividades comuns em brincadeiras sensoriais. No entanto, existem alguns fundamentos que precisam ser seguidos, são eles: 

  • Isolamento de qualidades: as brincadeiras devem ser graduais. É preciso pontuar cada qualidade dos objetos de uma vez. Por exemplo, se estamos utilizando formas geométricas, inicialmente elas devem ser inseridas com todas com o mesmo material, mesma cor. 
  • Controle de erro: sempre planeje quais serão os possíveis erros da criança e se posicione para evitá-los. Isso significa também, não errar na execução da brincadeira. 
  • Uma atividade deve sempre possuir um gatilho para uma atividade futura. Assim, aprendendo hoje, ela estará também se preparando para entender as próximos brincadeiras. 

1. Brincadeiras sensoriais com pedaços de papel

brincadeira sensorial com pedaço de papel

Por mais simples que seja a brincadeira, as crianças costumam se divertir muito e ainda estimulam seus sentidos ao brincarem com o papel. Quantas vezes você já viu uma criança gostar mais da embalagem do presente, que do mimo em si? 

A verdade é que eles são ótimos brinquedos. Para colocá-la em prática tudo o que você precisará fazer é picar diversos papéis, juntá-los e entregá-los à criança. Eles irão amassar o papel, rasgá-lo, jogá-lo nas paredes, enfim, irão trabalhar os sentidos. 

Dependendo a idade da criança você ainda poderá estimulá-la a desenvolver colagens. Deixe a imaginação fluir nesse momento e caia na brincadeira com ela! Vocês poderão forrar objetos ou até mesmo criar desenhos. 

2. Blocos de empilhar: divertido e didático

criança brincando de empilhar blocos

Para ajudar a criança a desenvolver noções de equilíbrio, tamanho e formas nada melhor que um bom jogo de empilhar. Essa atividade é super divertida para os pequenos, tem um fácil controle de erros, além de ser facilmente executada.

Você pode iniciar com torres coloridas, com apenas uma forma. Aos poucos, vá inserindo novas formas, assim a criança poderá ir se familiarizando com as novidades e aprendendo sobre isso. 

3. Caixa de gelatina: brincadeira sensorial

As gelatinas estão quase passando da validade e você não sabe como utilizá-las de forma rápida para não perdê-las? Não mande nenhuma para o lixo! Você pode aproveitá-las para criar uma brincadeira divertida e super sensorial para as crianças. 

Essa é uma atividade querida tanto por crianças maiores, quanto por crianças pequenas. Para aplicá-la você irá precisar de uma grande tigela de gelatina e alguns pedacinhos de outros alimentos. 

Na tigela, junte a gelatina e acrescente pedaços de frutas e legumes preparados de forma criativa. Você pode utilizar cortadores de biscoitos para dar formas aos alimentos. 

Cenouras com formato de estrela, corações de maçãs, pêras com formato de luas e assim por diante. O objetivo da brincadeira é deixar a tigela em um local acessível à criança e deixar que ela a explore. 

Com uma colher, deixe que ela brinque com as cores, os sabores e as formas de cada alimento. Permita que elas destruam a gelatina e se divirtam! Elas podem utilizar até mesmo as mãozinhas para comer! 

E então, gostou das nossas sugestões? Fique de olho em nosso blog receber nossas dicas, sugestões e novidades para você mamãe. Nos vemos nos próximos posts!

About blogcasatema

Deixe um comentário

Anterior

Meu filho não dorme: o que fazer? Veja nossas dicas!

Brincadeiras para fazer em casa: veja nossas dicas!

Próximo