Como estimular a criatividade em crianças
Móveis

Como estimular a criatividade em crianças?  

Infância é sinônimo de brincadeiras, descobertas, novidades, aprendizado e desenvolvimento. Essa é uma fase de formação e para que ela aconteça de maneira saudável, é preciso estímulo, principalmente em relação à criatividade. E como estimular a criatividade em crianças?

Em primeiro lugar, é necessário entender a importância do incentivo criativo para o desenvolvimento desse jovem.

Estimular a criatividade vai muito além do que o seu sentido literal. Instigar quer dizer contribuir com todos os aspectos básicos e necessários para um crescimento eficaz: imaginação, sabedoria, leitura, compreensão, fala, autonomia, respeito, educação e, especialmente, saber viver em sociedade.

 

Estimular a criatividade em crianças dentro de casa 

Nós sabemos que a escola tem função crucial e indispensável para auxiliar o estimulo da criatividade em crianças. Porém, esse processo pode e deve ser iniciado já dentro de casa. Engana-se quem pensa que a etapa de aprendizagem e construção social é tarefa exclusiva do campo escolar. Elas se baseiam e levam consigo tudo aquilo que é observado e sentido em casa.

Lembre-se, crianças são curiosas. Dessa forma, por que não proporcionar instrumentos que agucem o lado curioso delas? Para isso, nada mais eficiente do que criar um ambiente instigante. E qual é a melhor maneira de promover esse espaço? Confira dicas de itens que podem ajudar:

  •  Chalkboard

O Chalkboard, ou famoso quadro negro, é um dos itens interessantes e propulsores para a criação de um ambiente criativo. A peça tem sido bastante usada em festas de aniversário, com o nome do aniversariante, calendário com data e desenhos.

É possível e proveitoso manter a ideia de utilizá-lo em datas festivas, entretanto, a ideia é que o seu filho ou filha escolha o que aparecerá no quadro. Deixe por conta dele ou dela a tarefa de decidir o que integrará o Chalkboard. Tenha a total certeza de que, além de incentivar a imaginação, será um momento bem divertido.

Não somente para aniversários é direcionado o quadro. É interessante incrementá-lo ao quarto da criança, caso não haja um cômodo específico e livre para montar um ambiente exclusivo, e deixá-la brincar, imaginar, fluir, em seu tempo e como quiser.

  •  Móveis Montessorianos

Os móveis montessorianos têm papel fundamental e promissor no que diz respeito ao desenvolvimento da criança. São diversos modelos de camas, beliches, mini camas com detalhes diferenciados e estratégicos que chamam a atenção dos pequenos. O estilo montessoriano é muito mais do que uma decoração atrativa e bonita – ele possui objetivos demarcados que tendem a auxiliar no crescimento.

Exemplo disso são as camas baixas, posicionadas diretamente no chão. O intuito é propiciar a autonomia e segurança da criança, permitindo que ela suba e desça da cama sozinha, com facilidade e sem a preocupação de não alcançar ou cair e se machucar.

O tipo de móvel cria um ambiente “limpo”, com menos quantidade de objetos que atrapalham a locomoção e que podem tornar o quarto inseguro. A intenção é impulsionar a criança a ter a sua própria independência e tornar a mobilidade para a cama um processo livre.

Confira tudo sobre móveis montessorianos nesse post!

  •  Cadernos, giz de cera e brinquedos em geral

Cadernos, giz de cera, massinhas de modelar, livros, dados, lápis de colorir… todos esses são artigos contribuintes para fazer fluir a imaginação. Levando em consideração a construção de um ambiente criativo, é indispensável tê-los à disposição da criança.

Coloque no quarto uma mesa, se possível colorida, com cadeira para que o pequeno possa sentar, parar, pensar e passar as ideais que lhe vier em mente para o papel. Coloque giz de cera, lápis de cores distintas para que ele faça uma viagem em pensamentos.

 

Leve a criança para conhecer novas culturas 

O estimulo à criatividade precisa começar dentro de casa, mas não deve se limitar somente a esse espaço. A criança necessita de contato com lugares e ares novos e diferentes daquilo que está acostumada para ampliar a sua compreensão de mundo.

É interessante montar uma agenda semanal ou mensal para passeios. Leve-a a parques, museus, livrarias. Se houver condições financeiras, planeje viagens durante o ano quando houver disponibilidade ou pelo menos tente fazer uma por ano.

Conhecer lugares diferentes colabora com a força e capacidade da memória e desperta a curiosidade que já é bastante sagaz, incentivando o hábito de perguntar, se manifestar e opinar sobre determinados lugares.

 

Ensine à ela a arte da pergunta 

Essa talvez seja uma das etapas fundamentais quando o assunto é estimular a criatividade em crianças: ensinar ao filho a arte da pergunta. Ensine, incentive e dê liberdade para que ele te questione e se questione. Tenha em mente que repreender, mudar o rumo da questão em nada irá ajudar.

Por vezes, sentimos receio em relação ao que pode surgir como dúvida e desconforto por não saber como dar a melhor resposta. No entanto, tirar o foco da questão fará com que a criança fique retraída e que a sua bagagem de conhecimento de mundo seja limitada.

Por essa razão, estejam sempre preparados, pais, para oferecer respostas verdadeiras aos pequenos. Tal construção é essencial, assim como as outras fases do processo, para instigar a criatividade e promover um desenvolvimento intelectual e social eficiente.

 

Gostou do texto de hoje? Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *