berço no quarto de bebe
Móveis

Berço no quarto de bebê – Usar ou não?

Hoje em dia, debate-se muito a ideia de criar ambientes mais propícios ao desenvolvimento infantil. Mas o tema ainda pode gerar muitas dúvidas como, por exemplo, onde o bebê vai dormir no seu novo quarto. Há muito tempo, o mais comum tem sido optar por um berço, que é seguro, prático e ótimo para colocar no quarto.

Contudo, devemos dar créditos as camas projetadas para os primeiros meses de vida da criança. São conhecidas como camas montessorianas. É sempre válido estudar o espaço do quarto e a disposição de outros móveis do ambiente, no momento de escolher entre o berço e cama. É valido ressaltar que essa escolha, também, deve ser feita baseada nas preferências dos pais.

Separamos algumas dicas para você fazer a escolha ideal. Confira!

 

Entenda a necessidade de acordo com a idade

Claro que, quando pensamos nos primeiros meses de vida do bebê, devemos ter todo cuidado com a segurança – pois os pequenos não têm nenhuma noção de perigo. Então, optar por um berço é sempre a primeira escolha dos pais.

Porém deve-se ter a consciência de que o berço necessitará ser trocado quando a criança começa a crescer, pois iniciará a preocupação de quando a criança começa a ficar em pé nas grades do berço. Nesse momento ela começa a desejar sair sozinha, correndo o risco de cair e se machucar ao tentar descer sem a supervisão dos pais.

Então, se você deseja aproveitar o móvel em que seu filho irá dormir por mais tempo, o mais recomendado é optar por uma cama, já que hoje existem diversos modelos de camas para todas as idades. Muitas delas têm grades de proteção para manter o bebê seguro enquanto dormem, mas que podem ser retiradas conformem eles vão crescendo. As camas para bebês também são mais baixas, algumas até são no nível do chão, sempre considerando diminuir os riscos de quedas dos pequenos. Esse tipo de cama permite que os pais demorem mais para efetuar a troca do móvel.

 

Explore várias opções

Como dito anteriormente, hoje existe uma infinidade de camas diferentes, que são projetadas tanto para a segurança e conforto da criança, como também para a sua diversão e aprendizado.

As Camas Primes, por exemplo, são todas projetadas para estimular a autonomia e independência da criança, sempre com segurança e conforto. As camas temáticas trazem um universo incrível para o dia a dia da criança. Existem, ainda, as camas-brinquedos que possuem tetos, escadas e escorregadores. Existem, ainda, algumas opções que são indicadas para crianças já maiores, porém algumas podem ser aproveitadas para os bebês também, principalmente as que possuem grades ou proteções laterais.

Outra opção muito escolhida é a bicama que, além de ser segura e confortável, traz também muita praticidade para o dia a dia, já que pode ser aproveitada para receber visitas. A bicama é bastante sugerida também para quartos menores, pois pode ser guardada embaixo da cama enquanto não estão sendo utilizada.

Além disso, existem diversas opções, quando falamos em camas do estilo Montessori, como camas-cabanas, camas-castelos e camas brinquedos, todas elas visando estimular a imaginação e a criatividade da criança e, ainda, ajudam os pais na hora de colocar a criança para descansar, pois ela se sentirá mais estimulada em dormir em local que lhe agrada.

Explore várias opções

 

Aliando o útil ao agradável

Não devemos escolher uma cama ou um berço baseados somente na beleza do utensílio ou apenas no interesse de criar um quarto divertido para a criança. Existem, ainda, outros fatores que devem influenciar os pais no momento de fazer essa escolha. Esses fatores são o espaço do quarto, a praticidade, a segurança da criança, o tempo de aproveitamento do móvel, entre outros.

Hoje em dia, muitos partos são cesáreos. Nesse caso, a melhor opção é o berço, pois ajudará a mãe a colocar e retirar o bebê na hora de amamentar, trocar fraudas, dar banho. A mulher que sofre esse tipo de parto passa por um período de resguardo de 45 dias, em média, sem poder fazer muito esforço.

Então, optar por um berço nesse momento pode trazer muita praticidade, pois é um período de recuperação. Mas, se ocorrer o parto normal, esse tempo de resguardo cai para de cinco a sete dias, facilitando a escolha de uma cama mais baixa ou mesmo no chão.

 

Portanto, a escolha deve ser feita com base nas necessidades de cada família, que variam muito de acordo com as suas condições. Por isso, a Casatema sempre está preparada para atender as suas necessidades, veja as nossas opções de berços e camas disponíveis, Casatema é a certeza do que você procura!

1 thought on “Berço no quarto de bebê – Usar ou não?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *